Surgiu em Fevereiro de 2012 na cidade de Coimbra, Portugal, aquele que é hoje o COIMBRA GOSPEL CHOIR, um grupo de um estilo musical pouco usual no país, com um repertório variado e influências de gospel tradicional e de espirituais negros e afro-americanos, mas também de muitos autores contemporâneos, numa mistura que por vezes bebe de outros estilos como o funk, o soul e mesmo o pop. O objectivo da sua criação passou por preencher a lacuna cultural existente a esse nível nomeadamente na zona centro do país.

  Após uma primeira fase de castings bastante concorrida e de uma intensa preparação e ensaios ao longo desse ano, o grupo tem então a sua esperada estreia em Dezembro de 2012, no Museu Machado de Castro, em Coimbra, na altura com cerca de 25 elementos em palco, num autêntico sucesso de adesão e vivência por parte do público. Uma estreia auspiciosa e de casa cheia, num ambiente e espaço fantásticos, que deu oficialmente início a uma fabulosa viagem que hoje continua, como então, a ter no ‘feeling’ e nas sensações espirituais sentidas e transmitidas a sua principal veia de energia comum.

  Uma realidade traduzida hoje em dia nos mais de 150 concertos realizados um pouco por todo o país, desde os concertos de ar livre, aos de salas de espectáculos, passando pelos casamentos (cerimónias religiosas, civis ou na festa na boda), eventos de empresas e outros de carácter particular. Também por resposta aos convites para colaborações com outros projectos, bandas e artistas, numa sintonia entre estilos musicais diferentes, de que são exemplo nomes como os ‘The Casino Royal’ (estúdio e concertos ao vivo), os 2nd Skin (estúdio), a ‘banda RED’ (vários concertos ao vivo), na envolvência com outras áreas culturais, como o cinema no ‘Figueira Film Art – Festival de Cinema da Figueira da Foz’ (gravação e interpretação ao vivo do tema oficial do festival) e no teatro pela participação com o Grupo de Teatro de Taveiro.

  Destaca-se ainda os concertos com artistas como a Aurea e os Amor Electro onde partilhámos o palco numa simbiose humana e musical muito gratificante. Quer estes concertos quer a participação noutros programas televisivos levaram o Coimbra Gospel a uma divulgação global.

  Não menos importante, uma outra componente que tanto marca o grupo, a solidariedade, com participações marcadamente únicas em eventos de importantes e distintas instituições como a AMI, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, o IPO Coimbra, o Hospital Pediátrico de Coimbra, os Palhaços D’Opital, Centro de Apoio ao Sem Abrigo – CASA, Laboratório de Bioquímica Genética – LBG, Associação das Cozinhas Económicas, AFSD – Cavalo Azul,  só para citar alguns deles.

  Hoje em dia o Coimbra Gospel Choir conta com cerca de 40 elementos, divididos por vários naipes vocais e uma banda, é dirigido vocal e artisticamente pelo maestro Nuno Mendes, mantendo o objectivo de elevar a cultura através da arte, tocando quem o ouve e vê com uma linguagem de fé, esperança, amor e paz.