Surgiu em Fevereiro de 2012 na cidade de Coimbra, Portugal, aquele que é hoje o COIMBRA GOSPEL CHOIR, um grupo de um estilo musical pouco usual no país, com um repertório variado e influências de gospel tradicional e de espirituais negros e afro-americanos, mas também de muitos autores contemporâneos, numa mistura que por vezes bebe de outros estilos como o funk, o soul e mesmo o pop. O objectivo da sua criação passou por preencher a lacuna cultural existente a esse nível nomeadamente na zona centro do país.

  Após uma primeira fase de castings bastante concorrida e de uma intensa preparação e ensaios ao longo desse ano, o grupo tem então a sua esperada estreia em Dezembro de 2012, no Museu Machado de Castro, em Coimbra, na altura com cerca de 25 elementos em palco, num autêntico sucesso de adesão e vivência por parte do público. Uma estreia auspiciosa e de casa cheia, num ambiente e espaço fantásticos, que deu oficialmente início a uma fabulosa viagem que hoje continua, como então, a ter no ‘feeling’ e nas sensações espirituais sentidas e transmitidas a sua principal veia de energia comum.

  Com o seu rápido crescimento surge naturalmente a necessidade de ter como base uma estrutura orgânica profissional e equilibrada e é assim que, em Setembro de 2013, se torna o primeiro projecto da nova e recém-criada companhia de artes – AMAZING ARTS, Companhia de Artes de Coimbra, Associação Cultural – onde ganha a sua actual designação, para além de uma nova imagem global e de um suporte de produção, logística e comunicação essenciais para o crescimento contínuo do sonho tornado realidade.

  Em 2014 iniciou-se o trabalho de outra área da Companhia, secção de Teatro Musical, que culminou com a estreia da sua primeira produção em julho de 2016 do espectáculo “O Feiticeiro de Oz”.

  No final de 2016 a Companhia, fruto da sua intensa actividade realizada e prevista, procurou um espaço próprio capaz de satisfazer as necessidades de criação artística das secções existentes e das novas áreas a iniciar, nomeadamente a dança e a formação.